Linhas Verticais

um blog sobre musica, arte, programação e outras coisas.

Saida de emergência ? agosto 22, 2008

Filed under: Eu — rangelfisica @ 5:11 pm
Tags: , , , , , , ,

Ocorreu recentemente algo trágico com uma amigo meu. Ele deu shutdown na própria vida.

Devem estar pensando: Como e por que ?

Como ele o fez…. prefiro não falar, mas não teve sujeira.

Por que ? Só fui descobrir a dois dias, Quando fui na casa dele buscar umas coisas minhas ( e dele de recordação) e conversar com a familia. Ele havia deixado um bilhete, mas não deixou visível, queria que fosse encontrado um tempo depois.

Sim, eu li o bilhete. Não era do tipo “adeus mundo cruel”, muito menos “my live sucks!”. Foi algo mais do tipo “Adorei conhecer vocês, mas eu tenho que ir”.

Ele não tinha o perfil de suicida. Sempre estava de bem com a vida.Foram raras as vezes que eu o vi para baixo. Pensei que tivesse algo haver com uma garota da que ele gostava, mas que não o correspondia. Também pensei que ele tinha ficado chateado por causa de um concurso que não passou. Ou que estivesse com problemas com drogas … sei lá ! pensei tanta coisa. Mas uma coisa ficou bem clara no bilhete. Ele disse que partia agora, porque a dor só iria aumentar se ficasse.

Que dor ? Onde ? Emocional ? Fisica ? Ele não era burro, sabia que mesmo para dor de amor existia remedios que podiam aliviar. Ele estava querendo ser poético?

Depois de ler o bilhete todo e ficar mais confuso ainda. fiquei parado na porta do quarto tentando imaginar o que se passava na cabeça dele. Pelo bilhete não parecia desesperado. Pelo contrario estava mais lucido do que o normal.

Foi então que a mãe dele me contou o que houve.

Há alguns meses ele se queixou de enxaqueca. Ele até deixou de ir ao trabalho por uns dias. Naquela semana ele se consultou. E fez um exame mais sofisticado. Não era um simples dor de cabeça. Ele estava com um tumor no cerebro. Parece que exames posteriores mostraram que não dava para fazer muito. Ele começou com um tratamento que tinha poucas chances de resolver o problema. Depois de uns meses ele passou a ter desmaios (isso explicava por que ele parou de sair com a gente).

Enfim não vou me alongar neste assunto. O fato é que o fim era inevitavél. Ele sabia disso. O maximo que podia fazer é ficar internado no hospital tomando remédios cada vez mais fortes e ver sua vida acabando lentamente.

Realmente ele não era um suicida nato. Fez o que achava ser certo.

 

One Response to “Saida de emergência ?”

  1. giovanealex Says:

    Ainda que não se encontre saída, é preciso muita coragem pra fazer isso. Sem querer ser engraçadinho numa situação dessas, mas já sendo, parafraseio aquele personagem bacanérrimo da Hanna-Barbera, o Leão da Montanha: “Saída…pela esquerda!”
    E obrigado pelo comentário e pela visita ao meu blog. Gostei muito do seu!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s